PROGRAMA ATMOSFERA

Novas florestas
Restaurar habitats e mitigar as mudanças climáticas

INICIATIVAS    
     
Pick-upau e FNMA-MMA firmam parceria para mitigação das mudanças climáticas
Área incendiada por queda de balão foi restaurada e apresenta bons resultados com retorno da fauna
 
 
Um balão, uma tragédia
 
Mata Atlântica destruída
Após incêndio florestal, causado pela queda de um balão, uma espécie exótica invasora conhecida como samambaia-brava (Pteridium aquilinum) se proliferou e potencializou a degradação no Parque Estadual das Fontes do Ipiranga.
 

Uma parceria entre a Agência Ambiental Pick-upau, FNMA-MMA e USP, por meio do Parque de Ciência e Tecnologia – CIENTEC, promoveu a recuperação da imensa área degradada, na parte mais alta do parque, cerca de 800 metros da base da Unidade de Conservação.

     
     
     
 
     
 
 
Unidos pela Mata Atlântica
 
Viveiros florestais
Com a participação de indígenas da etnia Guarani Mbya, os trabalhos de restauração ecológica foram iniciados em uma imensa área no topo da colina maisb alta do parque, unindo ciência e conhecimento tradicional em prol da manutenção da Mata Atlântica.
 
Mudas de espécies arbóreas e arbustivas nativas produzidas pelo Viveiro Refazenda foram utilizadas para a restauração ecológica da área degradada.
     
     
 
 
     
 
Plantando mudas nativas
 
Bosques vão surgindo
Com a retirada da espécie exótica invasora, o plantio de mudas nativas é iniciado. Foram milhares de mudas para recuperar mais uma parcela de uma extensão degradada localizada em uma Área de Preservação Permanente – APP.
 
Com o plantio concluído, a manutenção da área torna-se fundamental para o combate a samambaia-brava. A formação de bosques vai inibindo a rebrota e o crescimento da espécie exótica invasora e a dispersão começa a fazer sua parte no reflorestamento.
     
     
 
 
Manutenção é fundamental
 
Espécies pioneiras ajudam
Com o crescimento das mudas nativas, áreas de sombreamento vão auxiliando no combate à espécie exótica invasora, neste momento o maior desafio no reflorestamento.
 
Trabalhando com espécies pioneiras, de crescimento rápido em campo, criamos uma estratégia para inibir o rebrotamento da espécie exótica invasora, para em um segundo momento iniciar o enriquecimento das áreas com novas espécies não pioneiras.
     
     
 
     
 
 
Pesquisa para biodiversidade
 
Novas florestas
Em um estágio mais avançado, diversas espécies começam a produzir flores, frutos e sementes, colaborando com dispersão e o retorno gradativo da fauna com aves, pequenos mamíferos terrestres, insetos e morcegos.
 
Com a formação de bosques, podemos reduzir a frequência de manutenções e apenas monitorar o desenvolvimento das diversas espécies. O conhecimento auxilia na formação de novos protocolos e metodologias para restaurações ecológicas.

     
     
 
 
Realização  
 
 
 
     
PROGRAMA ATMOSFERA CONHEÇA + PROJETOS

SIGA-NOS-

 

 

 
Quem Somos
FAQ Programa de Compliance
Novas Florestas Negócios Sustentáveis
Serviços Socioambientais Projeto Aves
Iniciativas Rede de Sementes e Mudas
Notícias Plastic no Thanks
Alianças Reflorestamento e Produção Florestal
Clima Pesquisa Científica
Contato Publicações
Acervo Técnico
  Central de Educação e Jornalismo Ambiental
  Centro de Estudos e Conservação da Flora
   
     
 
Todos os direitos reservados. Programa Atmosfera 2009 - 2022. Agência Ambiental Pick-upau 1999 - 2022.